quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Como Funciona o Transplante Capilar


Como é feito o transplante capilar


Antigamente transplantavam-se grupos inteiros de unidades foliculares – que podem conter um, dois, três ou quatro fios –, dando um aspecto superficial à cabeleira, atualmente elas são transplantadas individualmente e com distanciamentos próximos entre si, o que torna confere resultados naturais.

Os cabelos da região occipital são menos propensos geneticamente ao afinamento e consequente queda. Além disso, essa área detém excesso de pele. Desse modo, o médico pode retirar, por exemplo, uma faixa do couro cabeludo com 20 ou 30 cm de comprimento por 2 cm de largura, e segmentá-la em áreas cada vez menores. Todo o processo é realizado utilizando microscópios e lupas de alta definição.

O procedimento pode durar 7 ou 8 oito horas para ser concluído – o que demanda paciência e preparo físico também por parte do paciente, isso pois as unidades foliculares são colocadas uma a uma.
A retirada dos fios ocorre com o paciente deitado com a barriga para baixo. Concomitantemente à sutura da área doadora, uma equipe manipula os fios extraídos.

Em seguida o foco se volta para a área anterior do couro cabeludo e/ou à coroa capilar – locais em que a maior parte dos pacientes apresenta menos cabelo –, e dá-se início ao implante de cabelo propriamente dito.


Pré-operatório


Antes do procedimento o paciente realiza exames pré-operatórios, como o cardiológico. Afinal, embora se trate de uma cirurgia simples e segura, ela é longa, e demanda anestesia local com leve sedação, para que o paciente permaneça acordado no decorrer do procedimento. Em alguns casos, a dosagem da sedação poderá ser ligeiramente maior, deixando o paciente levemente inconsciente, mas ainda respondendo a estímulos.

Pós-operatório


Depois de três meses, os cabelos transplantados caem, e posteriormente, crescem novos. O resultado final é obtido após cerca de oito meses da cirurgia. Durante esse período o paciente deve receber acompanhamento médico.

A recuperação é relativamente rápida, por exemplo, quem efetua a cirurgia em uma quinta-feira já pode trabalhar na segunda-feira. Com o intuito de amenizar o visual pós-cirúrgico, pode-se utilizar uma espécie de pó sobre o couro cabeludo.

Tratamento a laser contra queda de cabelo


O laser de estímulo incide sobre o couro cabeludo com o auxílio de um capacete especificamente projetado, e podem ser feitas sessões semanais visando a fotobioestimulação, que dificulta que os fios afinem com o tempo, e, portanto, serve como tratamento adjuvante tanto para postergar o transplante capilar, como para ser realizado após ele.

Medida de massa capilar


A medida de massa capilar depende do diâmetro dos fios e da distribuição deles por cm², e objetiva acompanhar a evolução dos tratamentos clínicos – pode-se repeti-la de seis em seis meses, considerando um chumaço de cabelo da mesma área.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.