sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Montmartre – Paris. Reviver, sonhar…


Olá amigos!

Hoje me deu vontade de sentir Montmartre… Não sei se é a paisagem daqui que me inspira, mas está um friozinho, meio chuvoso, dia pra pensar… -Então lembrei de Montmartre – pensei como seria bom passar este dia de hoje lá, – revivendo novamente a atmosfera que me contagiou. Fecho os olhos e me transporto, – tudo está na minha cabeça…

Pego um pouco deste sentimento e divido aqui com vocês…

Bem, Montmartre é tipo uma vila – Sua história, sem dúvida, – a mais encantadora de todos os destinos de Paris, com seus moinhos de vento, seus santos, e sua vida noturna…

Sentar nos degraus da Sacré- Coeur e apreciar a vista de Paris – principalmente no final da tarde – é incrível.

O cemitério de Montmartre é famoso – Não tive oportunidade de entrar – ví de fora… – mas lá é repleto de túmulos de famosos – incluindo o de Edgar Degas.

Pra quem gosta de arquitetura, arte e design sofisticado – me acompanhe….: – O Hotel Particulier, rodeado de um jardim do paisagista Louis Bénech, tem jeito de galeria de arte – onde cada uma das suítes é assinada por um artista. Você encontra lá as obras de PHILIPPE MAYAUX, NATACHA LESUEUR, MARTINE ABALLÉA, OLIVIER SAILLARD E PIER FICHEFEUX.

Um ótimo domingo pra vocês!  Talvez aqui, aí, ou quem sabe em Montmartre – porque não?!

bjos

Chris

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.